Monday, May 02, 2005

mar ao luar


(C) TCA Posted by Hello

Abrir a porta de encontro à sorte
A silhueta no reflexo
O luar branco a flutuar

Maré vazia no espelho de água
Cavalo negro e cavaleiro
Deixam as marcas na areia breve
Como se o tempo fosse parar

Seguia as trevas no teu encalço
Corria o mundo para te encontrar

Voltar a casa? Talvez voltar...

"casa na duna - o cavaleiro" poema de monalisa no sítio da saudade

9 comments:

MONALISA said...

Como se escreve um sorriso? Como se descreve um olhar a dizer obrigada?

Ana Russo said...

Belos riscos... cheios de cor... de sorrisos. Obrigada pelo teu comentário no meu cantinho. De facto, não existe qualquer simbolismo na porta nem na fechadura.. apenas momentos especiais para quem gosta de fazer fotos... :) Bj. Penelope

Micas said...

Que agradável surpresa ao aqui chegar e encontrar um poema de uma amiga especial e não virtual, acompanhado por um dos teus belos "riscos". Adorei. Um beijo para os dois.

Anonymous said...

Volto sempre...Em silêncio olho... Em silêncio um beijo...
Carol

wind said...

Belo post! Bonito poema e lindos "riscos:) beijos

Joaninha said...

O mar ao luar é lindo e partilhado a dois, simplesmente fascinante!

O poema é lindo!

Bela pintura abstrata! gostei.

Bjs**

paperl life said...

Lindo!

:) :)

Nilson Barcelli said...

A Monalisa escreve bem e tu também.
Abraço.

Menina_marota said...

Que momento lindo este...

Voltar a casa... entrar aqui e encontrar-vos...

Abraço aos dois, por este momento. ;-)