Thursday, May 19, 2005

a dança ébria da cor


(C) TCA Posted by Hello
________________________________________
Aproximava-se a preto e a vermelho
A morena esguia com liga na meia
Batia o sapato no tablado
E vibrava o ar embriagando os olhos

Sentados nas mesas da penumbra
Copo com gelo e olhares intensos
No deslumbramento da chama
Na cor temperada a sal e flamengo

Não era sequer bonita a morena
Passava na rua e ninguém a via
Mas quando a alma sai na música
Hipnotiza o olhar de quem a olha

Poema de MonaLisa.
Bom regresso

10 comments:

MONALISA said...

Não podia ter melhor regresso. Que coisa tão bonita este teu desenho. Quente e cheia de movimento. Obrigada, outra vez e sempre.

FataMorgana said...

Um poema muito bonito (olá Monalisa!) e muito bem ilustrado. E porque será que não me espanto?

Sabes que venho sempre para ler e reler, gosto muito deste teu sítio. Hoje perdi-me naquelas palavras, mais abaixo:

"- do que é que mais gostas em mim?
- de ti"

Momento tridimensional...

Micas said...

É com um prazer imenso que vejo as palavras da Monalisa "riscadas" por ti. Parabéns e beijinho aos dois

wind said...

Belo poema cheio de sensualidade e os teus "riscos" acompanham-no muito bem:) beijos

O Micróbio said...

Estes teus riscos tb hipnotizam... cores quentes para a chegada do calor... :-)

paperl life said...

Como não sei, ou gosto muito de adjectivos, olho e sorrio.

:)

Anonymous said...

Cores quentes!Cores de verão!Cores da alegria e cores da paixão.Lindissimo o desenho e bem enquadrado com a poesia.Arte por um Canudo 2

Guy said...

Beautifully warm.

Crowe said...

Parabéns pela escolha das ilustrações!

Margem... said...

Uau........

Fabuloso!!