Thursday, April 14, 2005

no lago do breu


(C) TCA Posted by Hello

No Lago do Breu
Sem luzes no céu
Sem bom Deus
Que venha abrasar
Os ateus
No Lago do Breu
No Lago do Breu
A noite não vem
Sem sinais
Que fazem tremer
Os mortais
No Lago do Breu
Mas quem não for mau
Não vá
Que o céu não se compra

Não vejo razão
P'ra ser
Quem teme e não quer
Viver
Sem luzes no céu
Só mesmo como eu
No Lago do Breu
No Lago do Breu
Meninas perdidas
Eu sei
Mas só nestas vidas
Me achei
No Lago do Breu
Mas quem não for mau
Não vá
Que o céu não se compra

Não vejo razão
Pra ser
Quem teme e não quer viver
Só mesmo como eu
No Lago do Breu
No Lago do Breu
A lua nasceu
Mas ninguém
Pergunta quem vai
Ou quem vem
No Lago do Breu
Mas quem não for mau
Não vá
Que o céu não se compra

Não vejo razão
Pra ser
Quem teme e não quer
Viver
Sem luzes no céu
Só mesmo como eu
No Lago do Breu

No Lago do Breu - Zeca Afonso

11 comments:

O Micróbio said...

Ok... convenceste-me! Vou ouvir a música...

Papo-seco said...

Que bom o Zeca e que bem a ilustração.

Parabéns

wind said...

Viva o Zeca e bons os teus "riscos":) bjs

MalucaResponsavel said...

n conhecia a letra e e brutal.. assim cm os teus "riscos".. lindo mm... jks

encandescente said...

lindo.gostei

mad said...

Adorei.

a deprimida said...

Passei só para desejar um bom fim de semana. bjinhos

Manoel Carlos said...

Zeca Afonso...
Tenho a honra de dizer que sou um privilegiado por tê-lo ouvido cantar e ter com ele conversado.

Luís Miguel said...

O incontornável Zeca Afonso nos contornos dos teus traços.
Excelente!
.
.

Seila said...

vai ver o meu blog sff :)

Azul said...

Que azul magnífico este deste risco. Gostei muito como sempre. Boa recordação a do Zeca.
Obrigada pela citação do meu texto alamas formatadas. Fico mto contente que tenha gostado. Quanto ao texto Bom dia do palma, pode levá-lo quando quiser. É seu. O bom gosto nunca se pede ou plagia. Partilha-se. Está convidado a tê-lo no seu lugar também. Um Abraço. Com Admiração. Azul.