Tuesday, June 28, 2005

soldado sem medo(?)

não tive sorte em ir mas sim em voltar.

(C) TCAPosted by Hello
_________________________________________________
Um dia...

Um dia, mortos, gastos, voltaremos
A viver livres como os animais
E mesmo tão cansados floriremos
Irmãos vivos do mar e dos pinhais.

O vento levará os mil cansaços
Dos gestos agitados, irreais,
E há-de voltar aos nossos membros lassos
A leve rapidez dos animais.

Só então poderemos caminhar
Através do mistério que se embala
No verde dos pinhais, na voz do mar,
E em nós germinará a sua fala.

Sophia de Mello Breyner Andresen

6 comments:

Azul said...

Não sei que lhe diga desta vez... Apenas que me sinto feliz por saber que voltou com a possibilidade de ser capaz de continuar criativo da maneira como nos tem vindo a demonstrar com os seus magníficos riscos. Ás vezes o real em excesso inibe-nos ou dilacera-nos a capacidade para pensar criativamente. Parabéns por essa vitória. Um abraço. Azul.

O Micróbio said...

Estas palavras da Sophia bem podem ser transportadas para o nosso dia-a-dia... "mortos, gastos, voltaremos"...

Isabel said...

Era pequenita quando o meu tio regressou, e recordo ainda a festa que a familia lhe preparou para o receber de volta a casa.

Regressou para nós mas a alma deixou-a ficar em Cabinda junto dos companheiros q viu morrer e dos desconhecidos q foi obrigado a matar.

Morreu de tristeza 6 meses após regressar e dele eu ainda guardo a moldura que construiu com paus de fósforo queimados e onde ainda hoje me embala com o seu sorriso de menino.

Margem... said...

É indiscutivel a beleza e profundidade das palavrs de Sophia, mas fiquei presa às tuas. "não tive sorte em ir mas sim em voltar."
Penso que elas resumem todo o poema, e a vida de tantos e tantos, no entanto muitos deles, ficaram presos a um outro mundo, e permanecem ausentes neste a que agora pertencem..
Um beijo TC. desejo de um muito bom fim de semana.

Luís Miguel said...

Sophia declamou aqui. Silêncio! Nada mais a comentar.
.
.

Abraço..

Pink said...

que mais dizer senão: post fantástico! Um beijo